quinta-feira, dezembro 27, 2007

Semelhanças...


"A poesia começa quando um idiota diz, a respeito do mar: «Parece azeite.»
Não é, de facto, uma descrição exacta de um mar bonançoso, mas o prazer de ter descoberto a semelhança, a exactidão de um liame misterioso, a necessidade de se gritar aos quatro ventos que de tal nos apercebemos."


Cesare Pavese em O ofício de Viver, Diário (1935-1950)

1 comentário:

Guilherme disse...

Ui, vejo que alguem andou a comer cogumelos na floresta