terça-feira, março 25, 2008

Coisas

" A primeira consistia em não aceitar nunca como
verdadeira qualquer coisa
sem a conhecer evidentemente como tal;
isto é, evitar cuidadosamente a precipitação
e a prevenção; não incluir nos meus juízos
nada que se não apresentasse tão clara
e distintamente à minha inteligência
de modo a exluir toda a possibilidade de dúvida
(...)"

in Das Coisas nascem Coisas

Sem comentários: